Edição de fotografia – veja os 7 erros grotescos que você não pode cometer jamais

Todo mundo sabe que a fotografia não é uma coisa completamente simples de se fazer: é preciso pensar, aprender a usar a câmera e desenvolver técnicas para conseguir alcançar bons resultados.

Claro que você pode ter algumas falhas e cometer alguns erros no começo; mas tudo se aperfeiçoa com a prática. O que não pode acontecer é, durante a edição de imagens, você exagerar nos recursos oferecidos por programas como o Photoshop ou o Lightroom.

É bem comum de vermos aqueles erros esquisitos do Photoshop, do tipo que some com um dedo de um modelo, embranquece o rosto de outro ou acaba distorcendo por completo a imagem. Por isso, dê uma olhada nessas dicas para evitar esse tipo de problema com as suas fotos:

1 – UM CONTRASTE EXAGERADO

Dependendo do tipo de câmera que você tiver ou do seu tempo para tirar uma fotografia, o resultado final em termos de iluminação não pode ser o que você imagina. Para isso, vai ser preciso alterar o brilho e contraste da imagem.

Por isso, fique ligado em não deixar a imagem muito artificial, aumentando o contraste dela. A sua foto fica feia e acaba perdendo elementos naturais que poderiam torna-la única para o momento registrado.

2 – OLHOS FALSOS

Um dos grandes problemas das câmeras digitais portáteis são os olhos vermelhos decorrentes do disparo do flash.

Muitas dessas câmeras possuem tecnologias que auxiliam na redução desse problema, mas nem sempre isso é evitado. Se você se deparar com uma fotografia assim e quiser tirar os olhos vermelhos, lembre-se de não deixar o olho da pessoa artificial demais.

Existem programas que são bem sensíveis e outros que alteram de maneira radical isso, deixando os olhos pretos e perdendo o brilho natural de cada um.

3 – RECORTES DAS IMAGENS

Às vezes, você pode tirar uma fotografia de uma paisagem e querer utilizar aquela foto sem fazer nenhuma alteração. O grande problema é que, muitas vezes, o enquadramento não foi bem pensado e a foto está cheia de coisas, criando distrações para o que não seria o assunto da sua imagem.

Se você se deparar com esse problema, lembre-se de buscar entender o que acontece na imagem e o que você quer realmente retratar: no caso de uma paisagem, é o pôr-do-sol? É um reflexo num lago? Uma família de patos? Se você fizer um recorte aleatório, a imagem perde de vez o significado e seu trabalho já era.

4 – BRAÇOS DE BONECA, ROSTO DE PAPEL

Essa é para quem usa o Photoshop para fazer retoques na aparência, seja sua ou de modelos, lembre-se que uma foto muito photoshopada vira alvo de piadas.

Você, por exemplo, quer tirar a gordurinha a mais numa foto na praia ou uma mancha do rosto num retrato: antes de começar o trabalho, saiba como utilizar as ferramentas certas para não causar estragos, como nas imagens abaixo.

Clique para ver maior

5 – SAIBA FAZER MONTAGENS

Algumas pessoas precisam trabalhar com montagens de fotos, inserindo alguns elementos de uma imagem na outra.

Particularmente, considero um pouco difícil essa técnica porque é preciso ter uma boa visão envolvendo a iluminação das duas imagens para não criar um aspecto artificial. Se você faz de qualquer jeito, de novo, vira alvo de piadas.

6 – UM PRETO E BRANCO PENSADO

Outro grande problema envolve a alteração de uma imagem colorida para uma foto em preto-e-branco.

Não, você não aplica só um filtro ou seleciona a função no Photoshop: é preciso saber trabalhar com o equilíbrio das cores e também das camadas CMYK (vale aqui uma explicação: cada fotografia é composta por conjuntos de cores, que são o ciano (cyan), o magenta (magenta), o amarelo (yellow) e o preto (black (key)), formando o CMYK.

Saiba como trabalhar bem essa questão e deixá-la de uma maneira equilibrada, evidenciando bem a diferença no contraste dos elementos da fotografia e também a diferença nas cores.

7 – FILTROS, FILTROS E FILTROS!

Uma das grandes polêmicas na fotografia hoje em dia envolve o uso de filtros, principalmente por aplicativos como Instagram que se popularizaram pra caramba.

Não tenho nada contra isso, mas lembre-se que uma imagem com cores e elementos naturais possui muito mais qualidade do que uma outra repleta de filtros. Se você acha legal utilizá-los, saiba como fazer: prefiro aqueles mais discretos e que aplicam camadas por igual, como tons de sépia, preto-e-branco, camadas de cores (como branco ou preto, clareando ou escurecendo uma imagem) etc.

Lembre-se também de não utilizar aqueles filtros cheios de coisa, como bolas coloridas, reflexos de flash etc.: isso acaba desvalorizando muito a sua imagem e a torna bem artificial.

Para finalizar, lembre-se de sempre olhar pelos elementos naturais da sua cena antes de fotografar: essa sim é a melhor forma de edição de uma imagem.

RESUMO DO POST

1 – Nunca exagerar na hora de adicionar Contraste (se necessário);

2 – Ao corrigir olhos vermelhos de uma foto, não deixa-los muito escuros ou sem naturalidade;

3 – Se a imagem não estiver bem enquadrada, cuidado na hora de recortá-la, pois deve-se considerar os elementos principais da imagem;

4 – Se precisar de dar retoques na imagem evitar ao máximo muita alteração, retira o que for necessário e pronto, lembrando de saber dominar bem a ferramenta para não estragar a fotografia;

5 – As montagens pode até ser necessárias mas, se puder, não faça…;

6 – Leia bastante sobre fotografia preto e branco, pois muitos se enganam pensando que é somente retirar Saturação e está pronto.

7 – Use filtros discretos que não desvalorize a imagem, pois a naturalidade pode ser o melhor no momento e não perde qualidade.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.