MÁQUINA FOTOGRÁFICA PROFISSIONAL OU SEMIPROFISSIONAL? VEJA AS DIFERENÇAS NESTE ARTIGO ESCLARECEDOR

A fotografia está presente na vida de todas as pessoas. Algumas gostam de tornar esse ato um hobby, investindo em equipamentos semiprofissionais, enquanto que outras querem fazer dessa atividade sua profissão, investindo em máquinas e acessórios poderosos.

A câmera digital se popularizou com o passar dos anos, barateando e se tornando bem acessível. Se você busca uma câmera profissional ou semi, é legal ficar ligado em algumas dicas e ver se você consegue encontrar resposta para suas dúvidas.

Porém, alguns aspectos que você tem que ficar ligado são:

  • RESOLUÇÃO E TAMANHO DO SENSOR

Normalmente você vê que uma câmera tem ‘x’ megapixels de resolução. Meu amigo, isso não quer dizer nada sobre as especificações técnicas da câmera. Um sensor grande capta mínimos detalhes “sem fazer esforço”. Quanto maior a quantidade de megapixels, maior é a imagem gerada pela câmera. E quanto maior o sensor, maior é a capacidade de registrar detalhes com qualidade. Você provavelmente irá obter melhores imagens com uma câmera DSLR de 20 megapixels, do que utilizando um smartphone de 40 megapixels, pois o sensor de uma DSLR é muito maior.

  • VELOCIDADE

Para quem deseja fotografar cenas de ação e movimento, o melhor é optar por modelos que permitem fazer mais cliques por segundo com resolução máxima (disparo contínuo). Câmeras DSLR de entrada captam em média 4 imagens por segundo, ou seja, uma imagem a cada 1/4 de segundo (0,25″). Alguns modelos chegam a fazer 7 fotografias por segundo, uma taxa alta dentre os modelos mais básicos.

Câmeras de ação, como a GoPro, são especialistas para este tipo de fotografia e vídeo. Possuem sistema de estabilização avançado, captam vídeos com um maior número de quadros por segundo, e realizam disparos contínuos como nenhum outro tipo de equipamento, por um preço razoável. Porém, elas deixam a desejar nas fotografias convencionais.

  • SENSIBILIDADE (ISO)

A sensibilidade é a capacidade do sensor captar mais ou menos luz. Uma câmera configurada com ISO 400 capta a imagem muito mais rápido que outra configurada com ISO 100, por exemplo. Em ambientes muito claros, diminuímos a sensibilidade (ISO) para evitar que a foto saia branca demais. Em praias ensolaradas, por exemplo, configuramos a ISO para 100. Por outro lado, quando estamos em ambientes escuros, aumentamos a sensibilidade para conseguir captar a imagem, como a ISO 600, por exemplo.

Neste ponto, os modelos mais recentes possuem configurações muito semelhantes: ISO de 80 a 6.400. Algumas ainda oferecem um “boost” para 12.800. Na prática, a imagem apresentará “granulação” (ruído) a partir da ISO 600. Mas ajustando as demais configurações, é possível obter boas fotos e vídeos com ISO 1.000 com mínimo ruído. Em câmeras avançadas, a granulação surge a partir de sensibilidades mais altas.

  • QUALIDADE DO VÍDEO

Em relação aos vídeos, a maior parte dos modelos mais básicos filmam em Full HD (1080p). A nível de comparação, a maioria dos DVDs e parte dos programas de TV são produzidos na resolução HD 720p (1280 x 720 pixels), e transmitidos em Full HD 1080 (1920 x 1080 pixels) pelos canais digitais. Ou seja, a resolução Full HD é mais que suficiente. Outro fator que influencia na percepção da qualidade de um vídeo é a quantidade de quadros por segundo. Vídeos gravados com 30 quadros por segundo são o padrão. Vídeos gravados com 60 quadros por segundo são mais suaves, e a partir desta taxa de quadros, é possível aplicar efeitos interessantes como “câmera lenta”. Utilizar altas taxas de quadros por segundo é a melhor solução para filmar cenas de ação, resultando em movimentos captados com mais suavidade.máquinas fotograficas profissionais ou semprofissional-2

  • LENTES

As lentes 18-55 mm normalmente acompanham os kits básicos (corpo da câmera + lente) e são ideais para quem não quer investir tanto num primeiro momento. São relativamente baratas e oferecem um pequeno zoom (de aproximadamente 3x), que não é tão amplo quanto o das câmeras superzoom. É importante saber a distância focal (mm), a abertura (f), se ela possui estabilizador de imagem ou motor de foco.

o   A distância focal das lentes: determina o “ângulo de visão da lente”. Quanto maior a distância, mais reduzido será o campo de visão e mais longe ela “enxerga”. Quanto menor a distância, maior será o campo de visão. Lentes com as menores distâncias focais (6~9 mm) possuem um “amplo ângulo de visão”, sendo possível captar tudo que está ao nosso redor. Por outro lado, as teleobjetivas “enxergam longe”, mas possuem um “ângulo de visão limitado”.

  •  ABERTURA DAS LENTES

“f” é a unidade de medida que representa abertura do diafragma de uma lente. Uma lente f/1.8 é uma lente que possui uma abertura máxima grande, enquanto que uma lente f/3.5 tem uma abertura máxima limitada. Quanto menor o valor “f”, maior é a abertura. Assim podemos obter em imagens mais claras, e aumentar a velocidade da captura da imagem (obtendo imagens mais nítidas). E quando aumentamos a abertura, reduzimos a área que fica nítida, uma boa maneira de obter imagens com fundo desfocado ou o efeito “bokeh”. Quanto maior o valor “f”, menor a abertura, e maior fica a área capturada com nitidez.

PROFISSIONAL X SEMIPROFISSIONAL

Bom, a questão aqui é a seguinte: as câmeras profissionais são de fato melhores em todos os aspectos, porém são bem mais caras, deve-se considerar o custo benefício, pois as vezes para o que você vai fazer não necessita exatamente de uma profissional, no caso seja suficiente uma semiprofissional.

As câmeras semiprofissionais, são câmeras que se aproximam ao máximo das profissionais, em todos os aspectos, porém com configurações um pouco menos robustas, mas não significa que são ruins, nem tão pouco significa que as fotografias ficarão melhores sempre com uma profissional, pois o equipamento é somente uma parte de um todo no mundo fotográfico, saber usar o equipamento conta muito mais.

Um bom exemplo é a câmera Nikon D90, uma câmera semiprofissional, mas que corresponde muito bem para fotógrafos de eventos em geral.  Um bom exemplo, agora da Canon é  a EOS Rebel T3i, que corresponde ao modelo da Nikon, também voltado para eventos em geral.

EXEMPLOS DE CÂMERAS PROFISSIONAIS

Lembrando que as câmeras fotográficas Profissionais tem valores que iniciam em mais ou menos, 6.000,00 reais e ultrapassam os 12.000,00 com é o caso da Nikon D4s, e Eos 6D.

Algumas câmeras profissionais tem ISO que ultrapassam os 400.000 com processamento.

EXEMPLOS DE CÂMERAS SEMI PROFISSIONAIS,

  • Nikon D7000/7100, D90, D5300/5200, D3100…

Já as semiprofissionais custam em média 1.600,00 a 6.000,00 reais (lembrando que são valores em média, podem varear para mais ou até para menos….).

O QUE CARACTERIZA UMA CÂMERA PROFISSIONAL

  • Todas as câmeras profissionais tem um sensor Full Frame; (esta é a característica mais importante)
  • Todas são DSLR;
  • As lentes dessas câmeras são cambiáveis, podem ser trocadas;
  • As profissionais tem  todas tecnologia de ponta da fabricante;
  • Não tem restrição ou bloqueio nessa câmeras;
  • Geralmente são grandes e robustas;

máquinas fotograficas profissionais ou semprofissional-3

DETALHES IMPORTANTES

  • Câmeras com lentes fixas não são profissionais nem semiprofissionais;
  • Câmeras zoom de longo alcance não são profissionais nem semiprofissionais;
  • Câmeras que não são DSLRs, não podem ser consideradas nem semiprofissionais.
  • Muitos vendedores e até mesmo na internet contém propagandas de câmeras semiprofissionais  que não são. Exemplos são a Nikon Colpix P5300, 5100 e série L como L830, Power Shots da canon. São câmeras maiores porém com sensor muito pequeno e com pouca qualidade de detalhes e não são DSLR.

CONCLUSÃO

Se você está afim de levar a fotografia a sério, essas são apenas algumas dicas que você tem que começar a pensar quando for atrás de uma câmera.

Converse com amigos para ter outras opiniões e busque também o aconselhamento de profissionais ou lojas especializadas em fotografia – como é um investimento caro, vale a pena ter um melhor entendimento sobre o assunto.

Máquina fotográfica profissional ou semiprofissional agora não é mais um mistério. Boas fotos!

Este post tem um comentário

  1. Tenho uma Nikon colpix super zoom e achava que tinha uma câmera semi profissional..kkkkk

    Agora estou esclarecido

Deixe uma resposta